Project Evaluation Review Technique (PERT): entenda o que é e como usá-lo em seus projetos

O Project Evaluation Review Technique (PERT) é uma das metodologias de gerenciamento de projetos usadas sobretudo para identificar o tempo necessário para concluir uma tarefa.

Dessa forma, ele ajuda a coordenar as atividades e também o progresso de um projeto, o que costuma ser um desafio no dia a dia dos gerentes.

Por isso, elaboramos este artigo para explicar a você como o PERT funciona, apresentar suas vantagens e mostrar como colocá-lo em prática.

Vem com a gente!

O que é o Project Evaluation Review Technique (PERT)?

Em português, Project Evaluation Review Technique quer dizer “técnica de avaliação e revisão de programas”. Ele foi criado pela Marinha dos Estados Unidos, em 1950, para gerenciar um programa de mísseis submarinos.

Por conta da sua eficiência, passou a ser usado principalmente para definir prazos e calcular o orçamento de projetos de vários tipos.

Quem está à frente das equipes sabe que calcular o tempo necessário para executar um projeto é crucial. É algo que ajuda os gerentes a tomar decisões sobre os recursos necessários e a delegar as tarefas.

Para isso, o PERT usa os conceitos de redes para fazer o planejamento, visualizar as atividades e as relações entre elas.

Isso porque ele é representado por um diagrama de rede. Nele, os nós representam os eventos, ou seja, quando uma tarefa começa ou termina; as linhas indicam as tarefas que precisam ser realizadas; e as setas apontam a sequência de atividades.

gráfico PERT
Modelo de gráfico PERT. Fonte: Wikipedia

Além disso, existem 4 definições de tempo usadas para estimar a duração dos projetos:

  • otimista: a quantidade mínima de tempo que uma tarefa pode levar para ser concluída;
  • pessimista: a quantidade máxima de tempo que uma tarefa pode levar para ser concluída;
  • mais provável: excluindo a possibilidade de imprevistos, a estimativa mais razoável de quanto tempo uma tarefa deve demorar para ser concluída;
  • tempo estimado: levando em conta possíveis problemas pelo caminho, a melhor estimativa de quanto tempo uma tarefa pode levar para ser concluída.

Quais são as principais vantagens e limitações do PERT?

Vale a pena ressaltar aqui que nenhuma metodologia de gerenciamento de projetos é perfeita. Todas elas têm pontos positivos e negativos, dependendo das características de cada projeto.

Vantagens do PERT

  • Ajuda a otimizar o uso de recursos;
  • Facilita o gerenciamento do projeto;
  • Funciona bem mesmo quando existe pouco ou nenhum dado de projeto anterior;
  • Permite que os gerentes consigam estimar uma data mais precisa de conclusão do projeto.

Limitações do PERT

  • Em projetos complexos, o PERT pode ser difícil de ser interpretado. Por isso, alguns profissionais decidem usar conjuntamente o gráfico de Gantt ou outro método popular de gerenciamento de projetos.
  • Para alguns, atualizar e modificar continuamente o diagrama do PERT pode ser cansativo.
  • Por se basear em uma análise subjetiva do tempo necessário para realizar as atividades, não costuma ser apropriado para os profissionais menos experientes.

Como aplicar o PERT em seus projetos?

Para que você consiga adotar o Project Evaluation Review Technique no seu dia a dia, é preciso passar por algumas etapas fundamentais:

1. Identificar as atividades e marcos

O primeiro passo é mapear as tarefas necessárias para a execução do projeto e os eventos que marcam o começo e o fim de cada atividade. Feito isso, monte uma lista com todas elas.

2. Definir a sequência de atividades

Então, você deve definir a ordem das atividades. Ou seja, qual deve vir depois da outra. Se essa sequência for relativamente fácil de ser identificada, este passo pode ser feito simultaneamente com o primeiro.

No entanto, tenha cuidado para garantir que as tarefas estão sendo colocadas na ordem correta.

3. Construir um diagrama de rede

Com base no que foi feito nas primeiras etapas, é hora de desenhar o diagrama de rede que usa linhas com setas para mostrar as atividades e círculos para apontar os eventos.

Aqui, vale a pena contar com o apoio de softwares que geram o diagrama automaticamente a partir das informações contidas em uma tabela.

4. Estimar o tempo necessário para cada atividade

Agora é o momento de calcular o tempo que cada atividade toma para ser concluída. Embora seja possível usar qualquer unidade de tempo consistente, o mais comum é fazer a estimativa de tempo em dias e semanas.

5. Determinar o caminho crítico

O caminho crítico é definido por meio do tempo estimado para cada sequência e o caminho mais longo do projeto. Se o tempo para atividade sem outros caminhos for significativamente estendido, o caminho crítico pode mudar.

E a quantidade de tempo que uma atividade de caminho não-crítico pode se prolongar sem atrasar o projeto é chamada de tempo de espera.

6. Atualizar o diagrama PERT ao longo da execução do projeto

Na medida que o projeto avança e as atividades são concluídas, o tempo estimado pode ser substituído pelo tempo real.

Qual metodologia de gerenciamento de projetos é a melhor opção?

O método ideal é aquele que atende às necessidades do seu projeto. Isso quer dizer que os gerentes devem levar em conta as características de cada projeto para fazer a escolha certa.

Afinal, assim como qualquer outra metodologia, o PERT tem pontos positivos e negativos. 

Portanto, busque conhecer as metodologias de gerenciamento de projetos mais usadas e como elas funcionam para encontrar aquela que melhor se adequa à realidade da sua equipe.

E não deixe de estar sempre em busca de ferramentas que otimizem a sua rotina e a tornem o seu trabalho mais produtivo.

Quer conhecer uma delas? Descubra como a planilha de gerenciamento de projetos em Excel pronta ajuda você a controlar vários projetos ao mesmo tempo!

Planilha de Gerenciamento de Projetos em Excel

Ferramentas Para Consultores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    RECEBA NOVIDADES NO SEU EMAIL

    Fique por dentro do melhor conteúdo escrito por consultores para consultores, focado em dicas práticas para te ajudar. Cadastre-se abaixo: